Escândalo de privacidade do Facebook: como isso vai te afetar?

Quem acompanhou as notícias dos últimos dias sabe que o Facebook está passando por uma situação delicada a respeito da privacidade de seus usuários.

O escândalo envolve as revelações do caso de coleta e utilização ilegal de dados de 50 milhões de usuários por parte da empresa Cambridge Analytica.

Isso por si só já é razão para grandes preocupações, mas o problema vai além. Essa coleta ilegal de dados aconteceu por meio de um aplicativo de quiz (esses tão populares na rede social), que aproveitou uma brecha do Facebook para armazenar dados não só da pessoa que fez o quiz, mas de todos os seus amigos também. Foi assim que 300 mil se tornaram 50 milhões.

Mudanças na política

Em decorrência das consequências que o Facebook vem sofrendo por causa da repercussão desse caso (o que inclui uma investigação por parte do governo americano), a rede social pediu a todos os desenvolvedores de apps (incluindo a Omnize) que pausem temporariamente a conexão de seus apps com páginas do Facebook até que as novas atualizações da plataforma e política de privacidade sejam introduzidas.

Nas palavras de Ime Archibong, VP de Parcerias de Plataformas do Facebook:

"No momento estamos pausando a revisão de apps, o que significa que não haverá novos bots/experiências adicionadas à plataforma enquanto revisamos nossas políticas e fazemos os ajustes necessários".

A consequência disso é que a Omnize será forçada a limitar temporariamente sua funcionalidade de integração da plataforma de atendimento com o Facebook Messenger.

Como isso vai nos afetar

Para você, que é cliente Omnize com página integrada ao Facebook Messenger, as implicações serão mínimas. Clientes que ainda não integraram suas páginas poderão ter que esperar. Entenda em detalhes:

  • Páginas que já estão integradas a princípio não serão afetadas. No entanto, durante o período de revisão do Facebook, é essencial que a página não seja desconectada, pois não será possível conectar novamente.
  • Apesar do anúncio do Facebook afirmar que as conexões atuais serão mantidas, existe a possibilidade de, a qualquer momento, o Facebook decidir remover essa permissão também. Caso isso aconteça, é importante reiterar que todos os desenvolvedores plugados ao Facebook sofrerão a mesma consequência.
  • Novas páginas não poderão ser integradas à plataforma durante o período de revisão.
  • Embora o Facebook não tenha informado quanto tempo levará esta revisão, fomos informados que é apenas temporário e que não deverá durar mais que duas semanas.

Esperamos que esse período seja o mais curto possível para evitar maiores inconveniências para nossos clientes atuais e futuros. Simplificar o atendimento ao cliente significa poder atender, em um lugar só, os principais pontos de contato que seu cliente usa para falar com você, e sabemos que o Facebook Messenger é um canal essencial.

No meio tempo, agradecemos a sua compreensão e torcemos para que esse episódio não só seja resolvido rápido, mas também de forma abrangente e definitiva. Quando a privacidade de milhões de pessoas está em jogo, todo cuidado é pouco.

Fontes: Anúncio oficial do Facebook e post de Mark Zuckerberg, fundador do Facebook.